top of page

Digestato e Biofertilizante

Atualizado: 10 de out. de 2022

Diariamente são processados cerca de 60 mil litros de substrato, gerando o mesmo volume de digestato, o digestato é o produto líquido da biodigestão. Se quiser saber mais sobre este processo, leia o texto Um pouco sobre a 3G’s.

O blend que compõe o substrato permite adequação dos parâmetros dentro das faixas ideais para bom desempenho da Biodigestão anaeróbia. E, consequentemente, resulta em digestato rico em diversos nutrientes, tornando-o uma excelente opção como biofertilizante. A alimentação controlada e padronizada do biodigestor permite a homogeneidade do biofertilizante, garantindo sempre um produto de qualidade.


O biofertilizante é um adubo orgânico líquido utilizado para adubar, ou complementar a adubação de fertilizantes sólidos. Contém nutrientes essenciais para as plantas, e é capaz de auxiliar no controle de doenças, pragas e insetos em geral, por conter microrganismos benéficos ao solo.


Além de adubar, o biofertilizante promove a vida e a saúde do solo


O prefixo ‘bio’ significa vida, podemos então entender o biofertilizante como um fertilizante vivo, que promove mais do que a adubação com nutrientes e minerais, mas também o desenvolvimento dos microrganismos do solo. Desta forma, um solo mais saudável é capaz de aumentar o aproveitamento dos nutrientes, a absorção pelas plantas e a retenção de água.

Na 3G 's, o digestato é explorado como biofertilizante, rico em macro e micronutrientes, substituindo a adubação química.



O biofertilizante já foi usado em soja, milho e aveia, e mais recentemente em grama do tipo Jiggs e Tifton para produção de feno e pré-secado.


Lagoa de estabilização do biofertilizante


Após a saida do biodigestor, o digestato permanece certo periodo na lagoa de estabilização, e só então pode ser usado como biofertilizante.


Aplicação de biofertilizante


A primeira forma de aplicação usada na 3G's foi o esparrame com tanque aspersor, conforme imagem ao lado.


Observou-se que mesmo tendo excelentes resultados de produção, a forma de aplicação se mostrou muito trabalhosa dada a frequência de aplicação na grama.


Assim, buscou-se melhorar a metodologia de aplicação do biofertilizante, para potencializção desses resutados.


A solução escolhida, foi a fertirrigação com carretel A 63/300, conforme vídeo abaixo.





bottom of page