top of page

3G’s como Unidade de Demonstração do Projeto 'Aplicações do Biogás na Agroindústria Brasileira'

A 3G’s faz parte do projeto "Aplicações de Biogás para a Agroindústria Brasileira", como unidade de demonstração. Este projeto é implantado pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), em conjunto com o

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Ministério de Minas e Energia (MME), Ministério do Meio Ambiente (MMA), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Itaipu Binacional e CIBiogás-ER.

A UNIDO é uma agência especializada da ONU, cujo objetivo é promover e acelerar o Desenvolvimento Industrial Sustentável e Inclusivo, sua sede é em Viena, na Áustria, mas possui escritórios de representação em 35 países em desenvolvimento, além de uma gama de projetos espalhados por todas as regiões do globo.

O objetivo deste projeto Aplicações de Biogás para a Agroindústria Brasileira, é reduzir as emissões de gases do efeito estufa (GEE), promovendo o investimento e o desenvolvimento de mercado de tecnologias de energia de biogás no Brasil.

O incentivo é voltado para inovações na cadeia do biogás como um todo, aumentando as gamas de aplicações para o biogás e o digestato produzidos. Esse tipo de apoio é fundamental para levantamento e verificação de resultados positivos e negativos reais de cada tecnologia sugerida e divulgação para disseminação dos mesmos frente a outros produtores.

Plantas de biogás de grande porte com alta produtividade e retorno financeiro, possuem maior facilidade de implantação de tecnologias avançadas para aumentar produtividade, como biodigestores CSTR, com aquecimento e agitação e sistemas de purificação de biogás.

Porém, o mercado carece de medidas voltadas para produtores de pequeno/médio porte cujos valores de investimento são mais limitados, viabilizando a larga disseminação da tecnologia biodigestão anaeróbia.

Para participação neste projeto, a 3 G’s propôs 4 implementações em seu ciclo produtivo:


Essas implementações atuam diretamente sobre o biogás tanto no aumento da produtividade através do aquecimento do biodigestor, quanto na diversificação do uso do biogás através do aquecimento do aviário.


Já as outras duas implementações tem por objetivo a valorização do digestato, o subproduto da biodigestão. Seu principal uso é como biofertilizante, substituindo a adubação química.

A fertirrigação é uma maneira de melhorar tal uso do digestato, otimizando a forma de aplicação do mesmo.

Já a filtradora, poderá concentrar o digestato aumentando a concentração de nutrientes, possibilitando a produção de fertilizantes organominerais por exemplo, e aumentando o mercado disponível para o produto.

Em 2021 e ao longo de 2022, essas 4 implementações ocorreram na 3G’s, com apoio da equipe do projeto Aplicações de Biogás para a Agroindústria Brasileira, que realizaram algumas visitas, reuniões e apoio financeiro e técnico às mesmas. O recolhimento de dados e validação de resultados esperados continua ocorrendo, acompanhado pela UNIDO.

Saiba mais sobre cada uma dessas tecnologias, a implementação e resultados obtidos até então, acompanhando o blog e demais canais da 3G’s.







Comentários


bottom of page